Cinema Nacional

Cinema Nacional | Big Jato, 2015 – Cláudio Assis

Provavelmente você nem deve ter ouvido falar sobre esse filme e nem soube quando ele estava em cartaz e se soube dele e viu que ele estava em cartaz, achou o seu título estranho demais e ignorou, Big Jato?! soa pouco particular mesmo, não te julgo. Mas te digo que é um dos melhores filmes que já vi. Inclusive é um dos melhores filmes nacionais que já vi. É um filme para se guardar para sempre.

O mal do cinema brasileiro é o fato dele ser brasileiro. Julgamos o livro pela capa ou melhor o filme pelo gênero. Big Jato é uma beleza rara. Não, ele não é um filme de comédia como estamos acostumados. Ele não é não leve e nem parecido com Minha Mãe é Uma Peça (sucesso maior de bilheteria nacional). Ele é meio real, meio fictício. Meio surreal, meio real demais. Meio impactante, meio não, impactante por inteiro. Sensível. Ele é um filme de poeta, para não poetas. Para sonhadores.

big-jato

A história baseai-se em Xico e é inspirada na infância do . A difícil infância do garoto que queria ser poeta, com um pai cheio de regras e normas. Bruto. Insensível e machista. Acredita que homem é feito de números e não de palavras. “Filho meu ser poeta, escritor? Pura ofensa. Filho meu tem que ser engenheiro ou matemático. Macho, sabe”. Ainda bem que se faz jus a previsão de que toda regra há uma exceção. E essa exceção é o tio de Xico (Matheus Nachtergaele). Ele é o ponto de equilíbrio sóbrio, na curva do contraponto. A sua função?  Não deixar que Xico perca os seus sonhos diante de tanta banalidade comum.

Ele é um exemplo claro do que a desistência de um sonho causa. Queria mesmo era ser cantor, artista. Mas agora se contenta a ser radialista, ainda está próximo da música, mas preso em Peixe de Pedra. Por conta disso, ele alimentará todos os anseios de Xico, dizendo a ele que Peixe de Pedra é pequeno demais para o mar que ele imagina nos seus pensamentos. E que tudo por ali depois de um tempo fosseifica. Vira pó. Ele faz com que o garoto julgue dentro de si o certo e o errado, sem nunca estar errado de tomar a decisão certa. 

Big_jato_2

Além de um roteiro magnífico, o elenco é espetacular. Matheus Nachtergaele interpreta o pai e o tio de Xico de forma grandiosa. É claro o trabalho de separação de personagens e por muitos momentos você acaba esquecendo que se trata do mesmo interprete.

Big Jato não decepciona em nada. Talvez a única decepção seja que tão pouca gente o conheça. Alimentamos o mesmo sonho do garoto, de viver, ser grande, de descobrir e desbravar as próprias fronteiras. Ele nos ensina que quem fica parado fosseifica. E na cidade de Peixe de Pedra tudo vira pedra, fóssil, areia, mais não Xico, porque o mundo lhe pertencerá a partir do momento que ele se permitir.

 

BIG JATO TRAILER

Posts Relacionados