Seriemaniacos

Love (2ª Temporada), 2017

Lembro quando estreou a primeira temporada de LOVE e foi uma empolgação enorme. Primeiro porque eu achei que era uma versão seriada do filme de Gaspar Noé (doce ilusão, ambas são completamente opostas). Depois porque era uma série original Netflix que misturava dois polos de uma forma diferente do padrão: o mundo nerd com o mundo cool desprendido dos velhos clichês.

Não é uma série de grande audiência (o que é uma pena) e também não é uma série para você se fissurar horas a fio (o que também é uma pena). Ela é mistura de comédia romântica mais madura que os filmes de Hollywood. Dramas de tão reais que chegam parecer que são nossos. 

Love

 

Mickey e Gus na segunda temporada estão ainda mais maduros em seus relacionamentos, ou pelo menos deveriam. Ou pelo menos percebemos isso. Por que a série deixa de lado um pouco do tom (levemente infantilizado) da primeira temporada e parte para dramas mais intensos. Comprovação disso é a sutil mudança de tempo de cada episódio. Se na primeira temporada tínhamos episódios mais curtos, uma média de 28 minutos (as séries de comédia possuem tempos mais curtos que as séries de drama). Enquanto nessa segunda temporada temos episódios mais extensos, média de 40 minutos. Isso significa que ela deixou de ser mais comédia e menos drama e virou mais drama que comédia. 

Gus (Paul Rustagora assumiu um papel muito mais decisivo, sem ser apenas o par de Mickey (Gillian Jacobs) à mercê de suas vontades e desejos. Ela agora precisa a se adaptar a essa nova realidade imposta por ele e ainda ter que lidar com o fato de começar a sentir uma leve paixão por aquele cara nerd esquisito.

Love-Netflix-2-Temporada-Destaque-Citacoes-Cinefilas

Além da paixão que Mickey terá que encarar ao lado Gus, também conhecemos um outro lado dela. A discussão de seus vícios e dependências. Conhecemos um lado familiar que explica muita coisa de seu compartimento. Nos aproximamos muito mais dos personagens. Percebemos o quanto ele é chato em muitos momentos e o quanto ela também consegue ser um porre. E quanto os nossos próprios relacionamentos possuem tantos altos e baixos. O quanto temos que abrir mão de um bocado de coisas para ter uma relação a dois. E o quanto isso é complexo, não? Pense duas vezes antes de se relacionar. 

Ao final, se você se apaixonou pela primeira temporada, se apaixonará ainda mais pelo casal e torcerá muito para que eles fiquem juntos (não felizes para sempre, porque isso é uma bobagem de Hollywood, mas que seja intenso e sincero enquanto dure). 

Love-Netflix-Mickey-Gus

Mas, todavia, TALVEZ não haja uma terceira temporada. A season finale é um pedacinho de despedida, que se encerra bem, mas deixa aquele gostinho amargo que talvez seja o fim. Assim como são todos os relacionamentos, as séries também dizem apenas.

 

PROMO LOVE 2º TEMPORADA

 

Posts Relacionados