Cinema Nacional

Praia do Futuro e a questão homofóbica

Praia do Futuro estreou no Cinema Nacional em Maio de 2014. O filme gerou muita polêmica, e ainda bem, porque abriu campo para discussão de um assunto que, apesar de ter avançado absurdamente nos últimos anos, ainda precisamos discutir sobre, que é a homossexualidade.

Em muitas salas de cinema ao se comprar o ingresso ele vinha com um carimbo de “Avisado” por conter cenas de sexo entre homossexuais. E isso fez parecer como algo aversivo, típico de uma sociedade enrustida. Para justificar essa ação deplorável, os funcionários dos cinemas que carimbavam os ingressos informaram o seguinte:  “O índice de saída de pessoas durante o filme estava grande, por isso do aviso”.

praia-do-futuro-ingresso

Se os “quadrados” neste contexto são os exibidores dos cinemas ou a população que se dispôs a assistir o filme, não importa. O principal é perceber a importância do cinema como uma ferramenta de mudança social, uma mídia de massa capaz de mudar um comportamento e transmitir uma ideia. Ainda mais quando falamos do Cinema Nacional, que durante muitos anos configurou-se como um cinema de “comédia barata”.

Voltando a questão do aviso nos ingressos, ninguém precisava ser avisado ou é se questionado por uma cena de sexo heterossexual, por que não precisamos e não recorremos a avisos por cenas de sexo heterossexual. Diante disso, criaram no Tumblr, na época, uma divertida e irônica campanha de questionamento dos filmes em cartaz, o que levou os produtores a levantarem a bandeira: “Discriminação, intolerância, preconceito e ódio são coisas que devem ficar no passado. Faça parte da nossa campanha, tire uma foto com a hastag #‎HomofobiaNãoÉANossaPraia e mande para nós.” E isso foi essencial para dar força ao debate.

filme-ingresso-avisado

django-livre-ingresso-avisado

o-diabo-veste-prada-ingresso-avisado

Apesar de o intuito do diretor Karim Aïnouz era um filme contando uma história particular, com ares biográficos, acabou por tomar conta da mídia nacional e internacional, não só pelo seu foco, mas também pela sua qualidade, com atores incríveis e que se comprometeram com um resultado maravilhoso. Em nota oficial, na época de lançamento do filme, Karim declarou:

“Estamos felizes com o apoio e a reação anti-homofobia vindo de todos os lados da sociedade – da imprensa, do público através das redes sociais, das redes de cinema exibidora etc – a manifestações pontuais mais conversadoras acerca de cenas de Praia do Futuro.

No filme Wagner Moura, vive Donato, um salva-vidas que vive na Praia do Futuro. Ele se apaixona pelo alemão Konrad e vai morar em Berlim. Quando inesperadamente seu passado o atormenta, através de seu irmão Ayrton, fazendo-o refletir sobre quem ele é e suas escolhas. É um filme de qualidade, de essência e de grande importância nacionalmente. E apesar de já se ter passado 2 anos do lançamento, precisamos ainda discutir sobre as bandeiras e assuntos levantados com o filme, para que socialmente tomemos mais consciência de igualdade.

 

Posts Relacionados