Críticas

Resenha: Batman vs Superman – A Origem da Justiça

A ansiedade para a estreia de Batman vs Superman: A Origem da Justiça era grande, e não por menos, o encontro inédito entre os heróis nas telas e o embate épico, fez com que salas e mais salas estivessem lotadas no dia de ontem, 24 de Março. É um filme que se divide entre acertos e erros, com excesso de efeitos especiais e um roteiro vago e mal estruturado, mas que garante entretenimento, se você se desprender de todos os pequenos detalhes.

O filme inicia contando a velha história de Bruce Wayne: a morte de seus pais, o contato com o morcego que fará com que ele vire futuramente o Batman e sua vida social como homem de negócios. A partir dessa perspectiva, é introduzido o questionamento e consequências das ações dos heróis na sociedade. Será que o mundo precisa mesmo deles? Será que o fato deles agirem como querem, sem regras, sem leis, é o que a sociedade precisa? Juntamente a isso nasce o ódio pessoal de Bruce Wayne/Batman (Ben Affleck) para barrar as atitudes descontroladas de Clark Kent/Superman (Henry Cavill) que ganha um aliado despercebido, que obviamente depois virará inimigo, que é o jovem ganancioso, rico e lunático, Lex Luthor (Jesse Eisenberg), que também possui suas motivações pessoais para destruir definitivamente o Superman, motivos os quais o roteiro deixa de fora.
batman-vs-superman-a-origem-da-justica

O inicio do filme é simplesmente belíssimo, os big closes, detalhes em câmera lenta, trilha bem acompanhada, locução em off. Te deixa empolgado para o que virá e aparenta que terá muita intensidade do inicio ao fim. Mas essa adrenalina é logo cortada e o filme se arrasta até pouco mais da metade. Fatos soltos desperdiçados sem explicação, cortes brutos, falta de um foco definido na história acompanhada. Ora estamos acompanhando Clark Kent na redação, ora estamos acompanhando Bruce Wayne no escritório, ora Lex Luthor tramando algo grandioso no Oceano Pacifico. Três histórias paralelas que demoram a se cruzar e quando se cruzam parece que foi proposital e não de forma natural para se construir uma boa sequência. Diversos vazios são abertos e preenchidos com uso excessivo de efeitos especiais.
batmanvsuperman

A expectativa para o embate entre Batman e Superman também é bastante decepcionante. Era o ponto auge da ansiedade durante todo esse tempo e que levou e levará diversas pessoas as salas de cinema. Mas ela se resume a uma cena de 10 minutos, onde veremos um Batman fraco e com medo e uma luta sem grandiosidade. A batalha vira apenas um plano de fundo para a origem da Liga da Justiça.

Obviamente a escolha de Ben Aflleck foi péssima. Aos saudosista de Christian Bale, estamos junto. Acho que jamais veremos outro Batman tão completo quanto ele foi. Esse Batman não possui aquela obscuridade que o personagem exige e nem aquela força, mesmo que apenas representada, que o Batman de Christian Bale passava. Nas cenas de luta ele parece que estudou pouco, porque seus golpes são superficiais e precisam ser mascarados com efeitos especiais. E até mesmo como Bruce Wayne não há nenhum glamour.

Batman V. Superman: Dawn Of Justice

Já o Superman é aquilo que já havíamos visto. Uma feição de mal, salvador das mocinhas indefesas e o gel no cabelo que está sempre de prontidão para qualquer embate, para que nenhum fio se mexa. O destaque fica com a Mulher Maravilha (Gal Gadot). A personagem está completamente pronta e madura e deixa aquele gostinho de: “queria ver um pouco mais”.

Os trailers excessivos antes da estreia também era uma grande preocupação e foi bastante “spoliers”. Muitas cenas são exatamente as mesmas no trailer e no filme. Eu imaginava que haveria um recorte, que a cena se desenrolasse, mas isso não acontece, muitas delas ficam apenas no campo superficial.

Batman-V-Superman-Mulher-Maravilha

Além da Mulher Maravilha, que compõe o elenco de forma mais significativa, há a aparições de outros meta-humanos: Flash, Ciborgue e Aquaman, que estarão presentes na sequência do filme.

Ao meu ver o filme foi decepcionante, esperava algo mais focado na batalha entre Batman e Superman. Achei que o filme traz muito conteúdo e pouco sentido e interligação entre eles. O roteiro ficou completamente perdido, o que levou a 152 minutos, extremamente longos e tediosos em muitas cenas. É preciso se depreender desses detalhes e se jogar no entretenimento, assim você terá um resultado mais satisfatório ao final.

3estrelasemeia

Título Original: (Batman v Superman: Dawn of Justice)
Ano: 2016
Diretor: Zack Snyder
Roteiro: Bill Finger, Chris Terrio, Jerry Siegel, Bob Kane, David S. Goyer e Joe Shuster
Gênero: Ação Aventura Fantasia
Duração: 152 min
Estreia: 24 de Março de 2016
Distribuição: Warner Bros
País de Origem: EUA
Orçamento: US$ 200 milhões
Elenco:
Ben Affleck – Bruce Wayne / Batman
Henry Cavill – Clark Kent / Superman
Gal Gadot – Diana Prince / Mulher-Maravilha
Jason Momoa – Arthur Curry / Aquaman
Ezra Miller – Barry Allen / The Flash
Jena Malone – Barbara Gordon
Jeffrey Dean Morgan – Thomas Wayne
Amy Adams – Lois Lane
Diane Lane – Martha Kent
Jesse Eisenberg – Lex Luthor
Michael Shannon – General Zod
Jeremy Irons – Alfred
Holly Hunter – Senadora Finch
Laurence Fishburne – Perry White
Tao Okamoto – Mercy Graves

Posts Relacionados