Cinema Nacional Resenhas

Resenha I Elis – O Filme

Finalmente o tão esperado Elis chegou aos cinemas, com uma bagagem que intensifica tanto os erros, quanto os acertos. Em um resultado final que pende mais para ficarmos com um gostinho amargo na boca, do que poderia ter sido um filme intenso e romantizado, acabou por ser apenas mais um na multidão de biografias.

Não dissemos que Elis é um filme ruim, porém, decepcionante. Por não saber valorizar o seu maior acerto, a escolha da atriz Andréia Horta para o papel principal. Com um sorriso cativante que lembra muito Elis, juntamente com a caracterização da personagem, que por oras, parece que estamos diante da própria. Mas isso acaba por se perder diante de um roteiro fraco e mal planejado. A preocupação inicial concentra-se em contar tudo detalhadamente, mas depois isso passa por uma falta de tempo, com cenas curtas e corridas com medo de se tornar um filme extenso.

elis-o-filme-andreia-horta

Novamente, realçando a atuação de Horta, é um pecado não ter sido mais explorado a sua carisma e semelhança. A cada cena intensa, era de se doer a distância e a frieza com que tudo transparecia. A fórmula talvez estivesse na mescla de ficção com documental, assim como foi feito em Raul, o início, o fim e o meio, que é sinônimo de intensidade ou de Cássia, que fez com que fãs e não fãs se aproximassem mais de uma mulher que era muito mais que uma voz rouca e que foi sim, intitulada de muitas formas, mas antes de tudo, mulher, guerreira, forte e sensível. Sem citar ainda documentários internacionais de maestria, como Amy. Ou por oras, deixemos as receitas de lado e peguemos como exemplo Tim Maia, que conseguiu exprimir toda aquela energia de Tim em um filme emocionante.

elis-regina-o-filme

Elis Regina merecia mais. A sua voz, a sua personalidade, a sua essência “Pimentinha” daria muito mais material do que foi apresentado. Daria um grito de socorro, uma expansão de sua voz, uma súplica, tudo resumido em intensidade. Merecia ser um filme visceral e que no fim, acabou por ser mediante, diante uma mulher que era tudo, menos mediante.

 

3estrelas

 

Ficha Técnica – Elis

Título Original: Elis
Ano: 2016
Direção: Hugo Prata
Estreia: 24 de Novembro de 2016
Duração: 110 minutos
Gênero: Biografia Drama Musical
País de Origem: Brasil

Posts Relacionados