Domingo Deprê

Críticas Domingo Deprê Seriemaniacos

Kidding – Uma forma lúdica de tratar assuntos difíceis

Kidding apesar das ótimas críticas, parece que ainda não conseguiu se expandir e ganhar o gosto popular. Pouco conhecida e de poucas visualizações, ganhou recentemente a sua segunda temporada também com alguns episódios dirigidos por Michel Gondry. Se você não é muito fã de nomes de diretores, provavelmente Michel Gondry passou despercebido, diretor de “Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças”, também protagonizada por Jim Carrey. Ambas trazem os mesmos ares, o que já possibilita entender um pouco de Kidding.…

Continue Lendo

Cinema Nacional Domingo Deprê

Elena – O olhar dolorido de um adeus

Ela era poesia. Gostava de dançar, fazia teatro em São Paulo e sonhava ser atriz em Hollywood. Tinha 13 anos quando ganhou uma câmera de vídeo e uma irmã. Elena criava filminhos nos quais dirigia Petra pela casa. Passou a frequentar teatros. Aos 20 anos mudou-se para Nova York para cursar artes cênicas e ir em busca de novas perspectivas e de um futuro. Vítima de uma depressão que se agravava com o acúmulo de decepções na área que escolheu…

Continue Lendo

Domingo Deprê

‘Blue Jay’ um ensaio dos amores deixados para trás

Eu não havia ouvido falar de Blue Jay. Ele não havia sido para mim recomendado. Foi um encontro ao acaso. Eu amo o acaso. Mas não é um acaso bom para todos. Alguns a quem indiquei, acharam chato e arrastado. Mas, eu o acho belo e sincero. Ainda não consegui decidir quem tem razão. Talvez seja um filme para as pessoas com sensibilidade elevada – sem querer rotular nada – ou talvez seja para as pessoas sensível demais – sem…

Continue Lendo

Domingo Deprê

Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer, 2015

Eu não sei o que é mais legal em Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer. Talvez legal nem seja a palavra mais adequada. Massa, incrível, irado talvez traduza melhor. Mas é que ele é um daqueles filmes em que os adolescentes são aduldatizados (essa é a palavra mais estranha que eu já consegui soletrar). É meio indie, belo e triste demais para eu já começar assim logo de cara falando sobre o que ele se trata, é preciso…

Continue Lendo

Domingo Deprê

É Apenas o Fim do Mundo – Xavier Dolan

É Apenas o Fim do Mundo de Xavier Dolan é um tiro no peito que deixa de lado todas as obviedades. Que te sufoca em alguns momentos por desespero de querer libertar sentimentos tão primitivos e que te força a interpretar tudo que não é dito. Por que o silêncio fala mais que todas as palavras.  Louis (Gaspard Ulliel) é um jovem escritor que visita a sua família após 12 anos. A visita pelo sentimento de auto libertação de quem…

Continue Lendo

Domingo Deprê

Ela (Her) | A dificuldade de estarmos só

Se queremos ver humanidade no cinema, Spike Jonze traduz como ninguém tal sentimento. Creio que ele possui uma sensibilidade expandida dentro de seu peito. Que ele é uma daquelas pessoas que sentem demais, por serem exageradamente humanas. Por conta disso todos seus filmes, são películas que ficam em nós. Cravam em nossos corações e demoram a passar – e se passam. Her é mais uma tradução sincera de amor, carinho e afeto. Que aos olhos de Joaquim Phoenix descobriremos muito mais sobre…

Continue Lendo

Domingo Deprê

Amor e solidão | The Lobster, 2015

The Lobster é um título estranhamente cheio de significado, em um filme que é classificado como futurista, mas o futuro está tão próximo como um piscar de olhos, que não nos damos conta e já fomos engolidos por tanto vazio e egocentrismo, explicito em um filme que diz demais sobre nós mesmos e nos arranca uma parte de humanidade ao seu final. Isso é, se ainda possuímos essa “parte”. Yorgos Lanthimos faz um filme que não se preocupa com os…

Continue Lendo